Acidente em Caratinga e assassinato em Bom Jesus do Galho

0
55

CARATINGA – Uma colisão, envolvendo dois caminhões betoneira da mesma empresa, foi registrado no km 13 da MG-329, região do córrego do Feijoal, trecho compreendido entre Caratinga e Bom Jesus do Galho. Apesar do forte impacto, os motoristas tiveram ferimentos considerados leves.

Segundo informações de testemunhas, os caminhões seguiam sentido Bom Jesus do Galho, quando um dos veículos colidiu na traseira do caminhão que seguia na frente. O motorista do segundo caminhão perdeu o controle da direção e o veículo tombou na pista. No local foi cogitado que condutor do caminhão que estava à frente freou devido um trator que transitava pela rodovia.

Com o tombamento, o concreto que estava sendo carregado no caminhão betoneira foi despejado na pista. O trânsito chegou a ficar interrompido por alguns minutos. Os bombeiros militares foram acionados e fizeram a limpeza da pista.

Assassinato em Bom Jesus do Galho

Homem foi morto com vários tiros. Havia denúncias contra ele em relação a furtos e posse de arma. Ainda não há suspeitos para o crime

BOM JESUS DO GALHO – Um crime onde não houve testemunhas e que foi cometido em local ermo. Assim foi a morte de Joaquim Vieira Ferreira, 30 anos, ocorrida na região do córrego do Iguaçu, zona rural de Bom Jesus do Galho. Havia denúncias relacionadas a furtos e posse de arma envolvendo o nome da vítima. A Polícia já tem algumas linhas de investigação sobre este homicídio, mas nenhum suspeito foi apontado.

Uma pessoa acionou a Polícia Militar e contou que Joaquim estava morto na chegada de sua residência. Uma equipe da PM foi até o povoado do Iguaçu. Os militares observaram que o corpo estava endurecido e com várias marcas de projéteis calibre 22. Cápsulas deflagradas também foram encontradas no local do crime.

Os militares fizeram levantamentos e a hipótese é que Joaquim foi vítima de uma emboscada e que ela aconteceu ainda na manhã de quinta-feira. Joaquim foi encontrado caído ao lado de sua moto e de latões de leite. O homicídio, provavelmente, aconteceu no momento em que ele parou a moto para abrir uma porteira. Os policiais foram informados que a vítima costumava sair às 8h e sempre retornava às 10h.

DEIXE UMA RESPOSTA