Cia dos Bombeiros em Ipatinga será elevada a Batalhão dia 19

0
221
Coronel Silvane Givisiez e o Major Nunes (Foto: Divulgação/ CBMMG)

Em solenidade a ser realizada no próximo dia 19 as 15h, na rua Ituiutaba, 135, Ipatinga, a 3ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros Militar será elevada a Batalhão.

O Corpo de Bombeiros foi instalado em Ipatinga em 22 de junho do ano de 1978 onde hoje funciona a sede do 14º BPM. Um Pelotão de 25 (vinte e cinco) bombeiros militares oriundos de Belo Horizonte iniciou os trabalhos de Combate a incêndio, busca e salvamento na região. A implantação representou um grande salto no desenvolvimento da atividade bombeiro militar no Vale do Aço.

No ano de 2015, com o reconhecimento da importância e grandeza da região, a Companhia de Bombeiros de Ipatinga foi elevada a Cia Independente, passando então a possuir autonomia operacional, financeira e administrativa.

Três anos após esse marco, a Unidade prepara-se para, mais uma vez, crescer e demonstrar à comunidade mineira sua vocação para oferecer, a cada dia, mais e melhores serviços a nossa região.

A agora Cia Independente será elevada à Batalhão tornando-se o 11º Batalhão de Bombeiro Militar em 19 de abril de 2018. Com a mudança espera-se um aumento do efetivo, na possibilidade de atendimento mais eficiente para o Vale do Aço e região, através de uma unidade administrativa com mais autonomia e mais recursos.

A mudança representa um grande passo para a região e é resultados dos esforços e da política estratégica bem alinhada, proposta pelo Comandante Geral do CBMMG, Coronel Cláudio Roberto de Souza, do Chefe do Estado Maior Coronel Edgar Estevo da Silva e do Coronel Silvane Givisiez Comandante do Quinto Comando Operacional de Bombeiros, que demonstraram apoio total e irrestrito às aspirações e anseios da região do Vale do Aço.

Oferecendo todo o suporte ao comandante da unidade, Major Alexsandro Carlos de Oliveira Nunes e à sua tropa, na visão do Cel BM Silvane Givisiez, comandante do Quinto Comando Operacional, o Comando Geral do Corpo de Bombeiros tem realizado acompanhamento efetivo, direcionamento e avaliação continuada dos resultados, proporcionado a otimização das ações da Unidade, alinhando-as a diretriz estratégica da Corporação, assegurando as condições para que a elevação se torne uma realidade.

Com o novo formato, a Unidade terá maior acesso a recursos e efetivo. Com a proposta de reestruturação feita pelo Comando, através da criação do Núcleo Administrativo o organograma da Unidade foi condensado, o que significa um melhor emprego dos recursos humanos e mais militares na atividade operacional.

Em 2017, na comparação entre os Batalhões e demais Companhias independentes a 3º Cia Ind ocupava a terceira posição entre as unidades que mais atendiam ocorrências no Estado de Minas Gerais, com 31.447 ocorrências atendidas no ano de 2017. Além dessa marca, ocupava também a 6ª posição entre as unidades com maior número absoluto de registros totais de pronta-resposta, com 10.189 atendimentos. Estes, entre outros aspectos, foram motivadores para que o comando percebesse o potencial da unidade.

São 85 municípios cobertos, uma área de mais de 27.323,50 km2, alcançando mais de um milhão e meio de habitantes (1.573.429 habitantes).

Ainda de acordo com o Coronel Silvane, o Comando do Batalhão estará a cargo do Major Alexsandro Carlos de Oliveira Nunes que desempenha um excelente trabalho na região do Vale do Aço, contando com um efetivo de 260 militares, sendo que com a elevação serão abertas mais vagas na unidade, o que será um incentivo para os jovens da região que se sentem chamados a assumir a missão de salvar vidas.

O caminho que tornou possível essa realização foi marcado por grandes acontecimentos e significativos esforços, tanto dos militares quanto dos parceiros. Momentos que marcaram essa trajetória, como a implantação do moto resgate na região; a aquisição de diversos materiais de uso operacional e das moto bombas, serviço pioneiro no Estado.

A elevação da 3ª Cia Ind a Batalhão é resultado dos esforços do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, que visualiza e atende as demandas do Vale do Aço, trabalhando estrategicamente e apontando caminhos em direção a excelência, para que proporcione à população mineira sempre mais e melhor.

 

DEIXE UMA RESPOSTA