Conferência em Belo Oriente debate desafios das políticas públicas para 3ª idade

0
54

A I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Belo Oriente realizada nesta segunda-feira, 18, teve participação de dezenas de pessoas e lotou o espaço do salão de eventos das Obras Sociais, no Centro da cidade. O evento teve como objetivo debater os desafios de envelhecer no século 21 e discutir o papel das políticas públicas adotadas pelo município para a terceira idade.

Esteve presente na abertura do evento, o prefeito Hamilton Rômulo, a presidente da Câmara de Vereadores, Nacife Menezes, a presidente do Conselho do Idoso, Miriam da Silva Viana Andrade, e a secretária de Assistência Social, Cristina Coura. O senhor João Izaque da Silva, representou os idosos do município.

Durante a abertura, o prefeito Hamilton Rômulo destacou as ações voltadas para o idoso que a Administração Municipal vem realizando nos últimos dois anos. “Temos trabalhado bastante para atender e valorizar os nossos idosos. O município vem oferecendo diversas oficinas e serviços voltados para este público. E em breve, iremos inaugurar o Centro de Convivência do Idoso, em um prédio próprio no distrito de Perpétuo Socorro”, informa o prefeito.

Para falar sobre os direitos do idoso e a importância do Estatuto do Idoso, foi convidado o ex-presidente e atual vice- presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do Estado de Minas Gerais, Dilson José de Oliveira.

Segundo o palestrante, este é o espaço ideal para se fazer a discussão sobre as dificuldades e desafios para a construção de políticas públicas. “É neste momento que iremos tirar as propostas voltadas para o idoso. Com as propostas em mãos, iremos levar para a Conferência Estadual e Federal as principais reivindicações”, aponta Dilson.

Também foram realizados grupos de trabalho que aprofundaram a discussão do tema, conforme os quatro eixos da Conferência. Dentre eles, os direitos fundamentais na construção e efetivação das políticas públicas, e o  enfrentamento da violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa.

A presidente do Conselho Municipal do Idoso (CMI), Miriam da Silva Viana Andrade explica o papel do Conselho na Conferência. “O nosso papel é levar as propostas que sairão daqui hoje e levar para a 5ª Conferência Estadual e cobrar as principais reivindicações deles”, esclarece Miriam.

Teatro, música e poesia

Os participantes da Conferência Municipal foram presenteados com uma linda apresentação cultural do Projeto Vida Nova, grupo cultural voltado para o público da terceira idade, que apresentaram números musicais, de teatro e contação de histórias, que divertiram o público presente. Também houve a apresentação de um número de dança dos alunos de Zumba do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do distrito de Perpétuo Socorro (Cachoeira Escura).

Para a secretária de Assistência Social, Cristina Coura, a Conferência Municipal, foi mais um passo dado nas garantias dos idosos que residem em Belo Oriente. “Iremos ampliar o trabalho desenvolvido para este público e este evento demonstra a preocupação que nossa administração tem com os pioneiros que construíram nossa cidade”, finaliza Cristina Coura.

DEIXE UMA RESPOSTA