Incêndio atinge catedral de Notre-Dame. A torre desabou

0
44
Um incêndio de grande proporção, nesta segunda-feira (15/4), consome a catedral de Notre-Dame de Paris, na França, que fica no centro da capital francesa e é rodeada pelo Rio Sena. De acordo com os bombeiros, o fogo pode estar ligado ao trabalho de reformas da Igreja.
A polícia isolou a área e está retirando os turistas que estavam dentro do prédio. O incêndio tomou conta do sótão da catedral, o monumento histórico mais visitado da Europa. Em 2017, a Notre-Dame recebeu 12 milhões de visitantes, um número maior do que o da Torre Eiffel.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, tuitou que um “terrível incêndio está em curso na Catedral de Notre Dame. Os @PompiersParis estão tentando controlar as chamas”. A catedral de Notre Dame, com cerca de 13 milhões de visitantes ao ano, é o monumento histórico mais frequentado da Europa.

 Presidente francês adia pronunciamento
O presidente francês Emmanuel Macron adiou o pronunciamento que faria, nesta segunda-feira, às 15h de Brasília, em razão “do terrível incêndio que devasta a Catedral de  Notre-Dame de Paris”, anunciou a presidência francesa.
A presidência não informou quando este pronunciamento será feito, enquanto todas as emissoras de televisão e redes sociais exibem as imagens impressionantes da catedral gótica, um verdadeiro símbolo da capital francesa, sendo devorada pelas chamas.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Paris, é “horrível”, tuitou o presidente.”É tão horrível ver o enorme incêndio na catedral de Notre-Dame em Paris. Talvez possam usar aviões-tanque para apagá-lo. É preciso agir rapidamente!”, afirma o tuíte.

DEIXE UMA RESPOSTA