Jovem de Fabriciano encontrada morta com quatro tiros em Ribeirão das Neves

1
5388

A fabricianense Jéssica Maria Finholdt Gonçalves, de 26 anos, que desapareceu nessa terça-feira (5) em Belo Horizonte foi encontrada morta com 4 tiros em um terreno baldio no município de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. A informação foi confirmada por amigos e familiares de Jéssica. Segundo relatos, foram encontradas quatro perfurações de tiros no corpo da jovem. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Jéssica Maria Finholdt, de 26 anos, natural de Coronel Fabriciano, estava desaparecida desde ontem, (dia 5) quando sairia de Belo Horizonte com destino ao Vale do Aço. Segundo os familiares,avisou que sairia da capital mineira com um motorista que conheceu através de um grupo de caronas em uma rede social; o último contato dela com a família foi por volta das 12h30 da terça-feira, e depois o telefone da jovem ficou desligado.

A irmã mais velha de Jéssica, Luciana Zulmira Finholdt, foi a última pessoa da família que fez contato com a jovem. Luciana conversou com a irmã por meio de mensagens de celular. Na conversa, Jéssica confirmou que estava retornando para casa e que estava na rodoviária de BH aguardando o motorista, que seria o responsável por deixar a moça em sua casa.

Ainda segundo a irmã, não era primeira vez que Jéssica utilizava as redes sociais para pedir carona. Quando a jovem foi para Belo Horizonte, no último dia 27 de janeiro, ela fez uso do mesmo serviço e tinha combinado com o mesmo motorista a volta. “Ele [o motorista] pegou ela aqui de casa e levou até a rodoviária Belo Horizonte, e ontem [terça-feira] ela iria voltar com ele. Ela estava dentro da rodoviária e o rapaz já estava esperando por ela”.

Sobre o motorista, Luciana afirma que chegou a ver o condutor do carro, mas não era uma pessoa conhecida. “No domingo, quando ele foi pegar ela, e eu fui lá fora para ver quem que era e levar a mala, deu a impressão que eles já se conheciam, por que ele brincou com ela, conversou com ela; já tinha duas senhoras também dentro do carro”.

(com informações do G1 e maisvip)