PM prende em BH quadrilha com cerca de R$ 200 mil em armas e drogas

0
324

A PM apreende drogas e armas em BH (foto: Polícia Militar/Divulgação)

Bando faturava cerca de R$ 100 mil por semana. Operação da PM começou nesta sexta-feira e durou mais de 15 horas. Nove pessoas foram presas

Nove integrantes de uma quadrilha de tráfico de drogas com atuação em Belo Horizonte e região metropolitana foram presas durante uma operação da Polícia Militar que durou mais de 15 horas. Com eles, foram apreendidos drogas, armas e munições avaliadas em pelo menos R$ 200 mil.

A abordagem da Polícia Militar começou às 15h desta sexta-feira na Rua Terezinha de Jesus Cardoso, no Bairro São João Batista, em Venda Nova, passou por vários bairros e pelas cidades de Santa Luzia e São José da Lapa, sendo encerrada apenas na manhã deste sábado.

De acordo com o tenente Gustavo Matoso, do Tático Móvel do 13º Batalhão, a operação foi desencadeada a partir de uma informação de que o líder do bando, Pablo Rossi, de 30 anos, conhecido como Sarna, iria trocar um Corolla, avaliado em R$ 43 mil, por três quilos de pasta base de cocaína pura. Para se ter uma ideia, um quilo da pasta produz pelo menos três quilos da droga. A PM conseguiu abordá-lo fazendo a entrega para a pessoa que iria estocar os entorpecentes para ele. A partir daí, outras operações foram desencadeadas.

Quadrilha armada é presa ao tentar invadir show de Wesley Safadão em Manhuaçu

Segundo informações da Polícia Militar, cinco homens chegaram em uma caminhonete L2000 emplacada em Vargem, município do Espírito Santo. Os homens tentaram entrar na área de segurança previamente delimitada pela PM informando que trabalhariam como seguranças durante o show.

Ainda conforme a corporação, o bando estava vestido com calças e camisas pretas, boinas vermelhas, coletes táticos compartimentados e cintos com coldres. Durante o contato com os PMs, os militares desconfiaram da atitude de dois dos homens, que, pareciam tentar esconder objetos embaixo dos bancos. Os policiais então pediram que o grupo descesse do veículo e a caminhonete foi vistoriada.

 

DEIXE UMA RESPOSTA