Prefeito de BH bota vice prá correr e demite mais 100 servidores

0
102

O prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) confirmou nesta terça-feira (9) a demissão do vice Paulo Lamac (Rede) do cargo de secretário de Governo e exonerou mais de 100 pessoas ligadas a ele. O motivo foi um desentendimento entre os dois por causa das eleições para a Assembleia. “Desalinhamos politicamente, não tem nada de briga, não tem problema nenhum”, afirmou o prefeito ao Estado de Minas.

Kali confirmou que o motivo da briga foi a falta de apoio de Paulo Lamac à candidatura do deputado estadual Iran Barbosa (MDB), que acabou não conseguindo se reeleger para a Assembleia. “Combinamos uma coisa e foi feita outra. Eu combino e, o que eu combino, tem que ser feito, mas não tem briga, não tem fofoca, não tem conversa fiada”, disse.

Em vez de ajudar Iran, como queria o prefeito, o vice de Kalil trabalhou para Ana Paula Siqueira, com quem trabalhou por anos, e conseguiu uma cadeira para ela pela Rede. A partir de então, o prefeito revelou, segundo fontes, que ele passaria a ser um vice ‘decorativo’.

“O Iran trabalhou para mim e para ele, não foi só pra mim. Ele (Lamac) está sentado naquela cadeira graças ao Iran Barbosa, que trabalhou para nós e é só isso”, disse, afirmando na sequência estar em uma reunião e encerrando a conversa.Segundo Kalil, as exonerações foram do gabinete da Secretaria de Governo, para que o novo secretário, que ainda não foi escolhido, pegue “um gabinete limpo”. Houve, porém, baixas também na Secretaria de Política Urbana, Assuntos Institucionais e Comunicação, regionais e no gabinete do vice-prefeito.

Kalil nomeou, interinamente, a secretária de Assuntos Institucionais e Comunicação Adriana Branco para o cargo do qual exonerou Lamac. O prefeito disse que ainda não decidiu quem vai ocupar o lugar de Lamac.

A reportagem tentou, sem sucesso, contato por telefone com Paulo Lamac. Assim que houver um retorno do vice-prefeito, esta matéria será atualizada.

DEIXE UMA RESPOSTA