Prefeito de Fabriciano ataca o Ministério Público ao vivo no Facebook

1
728

Fabriciano – Em uma live em seu perfil no Facebook (link abaixo) na tarde de hoje (segunda-15) o prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinicius Bizarro (PSDB), numa postura arbitrária e prepotente, desceu insultos ao Ministério Público quando tentava justificar as oito ações de improbidade contra ele impetradas pelo MP na Vara de Fazenda Pública e de Precatórias Cíveis e Criminais da Comarca local.

Ele chama de “factoide” as denúncias divulgadas na semana passada. No vídeo ele reclama do Ministério Público, afirmando que acabava de receber outros 18 pedidos de informações da promotoria, a maioria de fraldas geriátricas e remédios. “O promotor ainda se coloca no direito de dizer que não respondi a contendo”, critica o prefeito.

“E por que o Ministério Público não faz isso contra o Estado? Porque quem paga a conta do Ministério Público é o governador e se o promotor começar a acionar o Estado o governador manda ele lá para Pedra Azul”, afirma o Dr. Marcos Vinicius, insinuando uma subordinação do órgão de controle ao Governo do Estado.

Em sua fala ele continua criticando o Ministério Público, dizendo que os promotores estão propondo ações de medicamentos que, em sua opinião, seriam desnecessárias. “Eu perguntei pro promotor em relação aos últimos dez anos quantas ações tinha tentado ajuizar. O promotor enrolou, enrolou, e não mandou para a gente”, descascou o prefeito.

“Aí o promotor não está contente não. Ele quer que eu devolva o dinheiro da diária que eu fui para resolver o negócio do Bombeiro. Agora, de noite, o que eu faço da minha vida particular de noite não interessa à promotoria”, ele novamente baixando o verbo sobre a ação judicial contra o recebimento de diárias em evento político-eleitoral realizado em Belo Horizonte.

Depois de descer a lenha no MP, inclusive reclamando de que o promotor ajuizou ação contra a falta de dados do Portal da Transparência, o prefeito ameaça o papel de fiscalização do órgão. “Mas eu acho aí agora, com esta nova conjuntura política, tanto a nível estadual como a nível federal, nós temos que dar um basta nesta judicialização que está acontecendo”, concluiu o prefeito, encerrando a série de impropérios contra o Ministério Público.

Função do MP

Segundo a Constituição Federal, o Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. É uma instituição autônoma e independente do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, exercendo a função de investigar e fiscalizar o poder público nas várias esferas, muitas vezes processando os agentes políticos, como está fazendo em Coronel Fabriciano em face do atual prefeito municipal.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=10217509409182411&id=1091953450

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA