Romaria Ecológica comemora 73 anos do Parque Estadual do Rio Doce

0
376

Aniversário reúne 700 cavaleiros e mais de 2 mil participantes

O Parque Estadual do Rio Doce (PERD)  completou 73 anos com várias celebrações, que iniciaram no dia 8 de julho e encerraram no dia 15 (sábado), com  a realização da 24ª Romaria Ecológica de Marliéria e a 16ª Romaria Ecológica de Timóteo.  Conforme estimativa do PERD, 700 cavaleiros renderam suas homenagens ao parque no evento, que contou ainda com 2.150 participantes.

Maior área contínua de Mata Atlântica de Minas Gerais, o Parque Estadual do Rio Doce foi criado no dia 14 de julho de 1944.  A unidade ostenta o título de Reserva da Biosfera pela Unesco, Sítio Ramsar e Patrimônio Natural da Humanidade. “Esta celebração tem aspecto cultural, de conservação daquilo que Deus nos deu (ambiental) e religioso, uma vez que nesta celebração eucarística acompanhamos a vocação de Maria”,  ressalta o Padre Duile de Assis Castro,  comentando que a participação do povo de Deus foi vibrante e que o evento sensibiliza a comunidade sobre a importância do PERD.

O diretor geral do Instituto Estadual de Florestas, João Paulo Sarmento,  destacou o parque teve sua origem a partir da atuação do Bispo Dom Helvécio. “O PERD mantém essas tradições, que são importantes para trazer a comunidade pra dentro do parque e produzir mais efetividade na conservação e preservação da natureza”. Representando o prefeito de Timóteo, o vice-prefeito Carlos Vasconcelos reafirmou o compromisso do município junto com o IEF e o PERD para a preservação do meio ambiente e do parque. “Agradecemos os esforços dos cavaleiros em manter essa tradição que reforça a união pela preservação da unidade de conservação ”, comentou.

 

PREFEITURA DE FABRICIANO APRESENTA RELATÓRIO DEATIVIDADES

 

DEIXE UMA RESPOSTA