Saudades

0
258
AILTON NEVES

Certa vez, navegando na internet,  vi um post onde ensinava 11 maneiras de dizer saudades em Inglês. Cliquei logo no link, pois apesar de ter estudado alguns anos o idioma inglês, eu conhecia apenas a tradicional, estranha e limitada expressão “I miss you”…

Por que estranha e limitada, você deve estar se perguntando. Porque na minha humilde opinião,  dizer “ i miss you” que traduzido ao pé da letra seria “Eu sinto sua falta” nem de longe se aproxima do nosso vocábulo “Saudades”…

Esta palavra em português é tão intensa que até se criou um mito de que esta palavra só existe no nosso idioma  e alguns linguista chegaram ai alça-la ao pódio de uma das palavras estrangeiras mais difíceis de se traduzir.

Quando escrito assim, “Saudades”,  no plural, parece nos doer muito mais, pois nos remete a uma série de sentimentos como lembrança, luto, amor, desejo…

As pessoas falam das saudades da infância, um sentimento que nunca experimentei…

Outros falam da saudade do cheiro da avó… Este sim, me lembro muito bem. Aliás, eu tenho nítida na memória o cheiro do quarto da minha avó… Tinha cheiro de biscoito, mas não um biscoito qualquer, tinha cheiro de biscoito de polvilho, feito com ovos caipiras e assados no forno de barro  que existia no fundo quintal, quintal esse que terminava no rio do “beco”…  Que saudades…

Saudades também parece ser o sentimento existente no fim do luto… Quando temos uma perda, repentina ou não, a dor é tão grande que parece não ter fim. Todo o processo de luto com os seus rituais ajudam-nos a suportar a dor da perda… Depois de algum tempo resta apenas a saudade… Parece ser algo ameno… Mas como dói…

Alguém disse que o tempo do “nunca” demora muito… E não deveria existir…

Nunca mais riremos juntos, nunca mais ouviremos o tocar daquele  violão… E depois de anos a saudade continua intensa…

Alguns dizem sentir saudades de um amor que nunca tiveram… Também não sei que sentimento é este…

Deixando de lado a licença poética,  se alguém experimenta este sentimento, deve ser uma “sofrência” sem limites…  Pois se não existiu o tal amor, não existe luto a se elaborado e a saudades, sem atenuante é quase impossível de suportar…

Por fim tem a saudades como desejo… Este sim, parece ser a face mais amena da saudade…

Pois você pode ansiar por aquele momento ou pela pessoa, pode planejar, se esforçar e “matar” a saudade.

Por exemplo, depois de mais de um ano, neste fim de semana estou indo para São Paulo visitar alguns amigos queridos, dos quais sinto sempre saudades…

Por fim, aproveite o fim do ano, junto com o ano  novo que se aproxima e tente matar  a saudade daqueles amigos, irmãos, parentes ou simplesmente queridos dos quais você sente Saudades…

Feliz Ano Novo

DEIXE UMA RESPOSTA