TIMÓTEO: Dois imóveis e rede da Copasa foram danificados nesta segunda

0
53

Defesa Civil de Timóteo em estado de alerta

Com o início do período chuvoso, a Defesa Civil de Timóteo está atuando em estado de alerta, juntamente com os órgãos da Prefeitura, Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Ambiental. Nesta segunda-feira (05), foram registradas duas ocorrências com danos parciais em dois imóveis, um no bairro Macuco e outro no Alegre. Não houve vítimas. A Defesa Civil foi acionada e compareceu aos locais para avaliar a situação, juntamente com o Corpo de Bombeiros.

No Macuco, a estrutura da fachada de uma casa localizada na Rua Maritaca cedeu, atingindo parte da parede do imóvel.  No Alegre, um imóvel edificado do lado do córrego e sobre um aterro teve sua fundação descalçada pela chuva, o que provocou a queda de parte da lateral da construção.

De acordo com avaliação dos técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Obras, na queda, os escombros atingiram a rede da Copasa, que estourou e rompeu parte da calçada e do asfalto. A via foi interditada para que a concessionária providenciasse o conserto da rede.

Embargo

A obra de construção do imóvel do bairro Alegre já havia sido embargada pelo Setor de Fiscalização da Prefeitura de Timóteo no dia 30 de agosto de 2018, o que obrigaria à paralisação dos serviços. O embargo foi emitido com o número 43441.

O setor de Fiscalização enviou para o Departamento de Receita, no dia 04 de outubro de 2018, solicitação para a emissão de multa por desobediência ao embargo, conforme prevê legislação municipal. A multa foi emitida ao proprietário com documento datado em 15 de outubro e vencimento em 20 de novembro.

No embargo, além da paralisação da construção, foi solicitada a apresentação do documento do referido lote e dos projetos arquitetônico e estrutural para o processo de licenciamento de obras. De acordo com o Setor Meio Ambiente, a área onde se situa o imóvel não é edificável por estar em Área de Preservação Permanente (APP).

A Defesa Civil também recebeu algumas chamadas referentes ao destelhamento parcial, porém sem risco à integridade física e à estrutura dos imóveis. De acordo com a coordenação do órgão, todas as ocorrências registradas serão apuradas.  A Secretaria de Obras também foi acionada para fazer a limpeza da Avenida Pinheiro, no bairro Limoeiro, atingida pela lama que desceu dos morros.

DEIXE UMA RESPOSTA